Inspetoria Madre Mazzarello

Casa Provincial

A Inspetoria Madre Mazzarello, cuja sede se encontra em Belo Horizonte faz parte do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora e abrange os Estados de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal. A Provincial eleita em 2015 é Ir. Maria Américo Rolim.

Conta hoje com 125 Irmãs, Filhas de Maria Auxiliadora, também chamadas Salesianas de D.Bosco, que se distribuem em 22 casas, das quais 11 são escolas, sendo 3 conveniadas e 8 particulares; 6 Centros de Ação Social; 1 Casa de acolhida; 1 Casa de repouso e tratamento; 1 Casa de Formação; 1 Centro de Espiritualidade e Treinamento e a Casa Inspetorial.

Sua origem, vamos encontrá-la numa pequena aldeia, denominada Mornese, na Itália, onde nasceu Maria Domingas Mazzarello, jovem filha de camponeses, bastante simples, mas profundamente cristãos.
No dia 5 de agosto 1872, ela e um grupo de jovens orientadas por Dom Bosco pronunciaram seu "sim" como Maria, para ser "auxiliadora" das jovens, dando início ao Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora.
Poucos anos depois em dezembro de 1877, as primeiras irmãs missionárias desembarcaram no Uruguai, numa primeira expedição missionária, vinda para a América do Sul. Eram jovens ardorosas, desejosas de atuar o sonho de D.Bosco trabalhando com a juventude. E o fizeram de tal modo que, já em 1892 partiram doze irmãs Filhas de Maria Auxiliadora de Montevidéu no Uruguai, com a finalidade de abrir as primeiras casas no Brasil.

O primeiro colégio das Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil foi em Guaratinguetá-SP, o Colégio Nossa Senhora do Carmo, inaugurado em março de 1892.

Alguns anos mais tarde, houve a necessidade de estabelecer uma Inspetoria das Irmãs Salesianas no Brasil. Surgiu assim a Inspetoria S.Catarina de Sena em S. Paulo. Dela, com a multiplicação das Obras e das Irmãs FMA foram desmembradas outras Inspetorias, dentre as quais, a Inspetoria Madre Mazzarello de Belo Horizonte, fundada em 1947.

No entanto, os primórdios da Inspetoria Madre Mazzarello, nós os encontramos em 1896, com a vinda das FMA para Minas Gerais, dando início a obra educativa salesiana na Escola Normal Nossa Senhora Auxiliadora em Ponte Nova. Naquela época eram escassas as escolas na região e a escola de Ponte Nova tornou-se um marco na formação das jovens, sobretudo das professoras de Minas Gerais.
A IMM dedica-se à educação da juventude com uma proposta fundamentada no Sistema Preventivo de Dom Bosco marca pedagógico-pastoral da educação salesiana, síntese vital de Pedagogia, Pastoral e Espiritualidade.
Está presente em várias cidades, em Escolas e Universidades, em Cursos Técnicos Profissionalizantes, Centros Juvenis, Unidades de Alfabetização de Adultos, nos Conselhos Tutelares para Crianças e Adolescentes, em Núcleos de Apoio à Criança e ao Adolescente, Casas-Lar, Creches, em Obras Sociais nas periferias, atendendo cerca de 21.000 crianças e jovens em todas estas instituições.

A IMM amplia seu círculo de expansão social através do Voluntariado de jovens Universitários e Profissionais que, abraçando a solidariedade, dedicam seu tempo no atendimento à população carente das Obras Sociais Salesianas.
A Inspetoria Madre Mazzarello responde, assim, à sua identidade educativa de formar jovens e crianças como cristãos engajados, comprometidos com o bem social e honestos cidadãos, como queriam Dom Bosco e Madre Mazzarello.